"Na democracia, o processo de formação das políticas públicas demanda participação de todos os segmentos da sociedade civil, informação confiável, representação qualificada, transparência e ética."
 
  
Confederação Nacional do Petróleo,
Gás Natural, Biocombustíveis e Energias Renováveis
 
 A Serviço do Desenvolvimento do BRASIL 
Bandeira do Brasil em movimento ARC ACOAMF SALVE CAPOEIRA
  
 

Dr. Marcílio Novaes Maxxon

 

 



     

 
 
 
 
 
 
 
Dr. Marcílio Novaes Maxxon
 
"O combate à corrupção está intimamente vinculado à transparência". 
CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO
http://www.unodc.org/pdf/brazil/ConvONUcorrup_port.pdf


INTELIGÊNCIA POLÍTICA
Compromisso com a TRANSPARÊNCIA CONPETRO
 
Pesquisa de leis, projetos de lei, súmulas, resoluções, acórdãos e jurisprudências, entre outros documentos de órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário, nas esferas federal, estadual e municipal.



APRESENTAÇÃO           Visitas:



 

THE TIME IN YOUR COUNTRY ...

Bem-vindo aos principais estaleiros em operação no Brasil. Aqui também você irá localizar os estaleiros em implantação.



Principais estaleiros no Brasil Principais estaleiros no Mundo


Estaleiro no Amazonas

ERIN - Estaleiros Rio Negro Ltda.

Sede e estaleiro: Rua Nelson Rodrigues, 100 - Compensa III
CEP 69035-360 - Manaus - AM
Telefone: +55 92 671-1555 / 671-8549 Fax: +55 92 671-1438
E-mail: erin@erin.com.br
Site:
www.erin.com.br
O Estaleiro ERIN, fundado em 1971, com sede em Manaus-AM, fabrica embarcações em aço, alumínio e executa obras de calderaria e estruturas para setor industrial.
Total de embarcações lançadas até 2001 de 1400 unidades.

Facilidades industriais

Área total: 60.000m².
Área construida : 30.130m².
Potência elétrica instalada: 3.500KW
1 carreira para lançamento de Navios até 20.000 TPB
4 carreiras cobertas com comprimento de 60 mts, podendo construir embarcações de até 12.000 TPB.
 

Estaleiro no Pará

Estaleiro Rio Maguari S.A.

Sede e estaleiro: Estrada do Maracacuera, km 5 - Icoaraci - CEP 66815-140 - Belém - PA
Telefone: +55 91 227-0111
Fax: +55 91 227-2366
E-mail: fabio@riomaguari.com.br
Site:
www.riomaguari.com.br
Fundado em 1997, às margens do Rio Maguari, em Belém do Pará, tem capacidade para construir e reparar balsas, empurradores, rebocadores, barcos de pesca e de passageiros, ferry boat, terminais flutuantes e estruturas metáliocs em aço ou alumínio.

Facilidades industriais

Área total: 120.000 m².
Área coberta: 6.000 m².
Dique seco: 120m de comprimento x 35m de largura
Catenária para fabricação e lançamento de balsas: 120m de comprimento x 30m de largura
2 Galpões para fabricação e pré-montagem: 5.703 m²
Almoxarifado de campo: 3.860 m²
Almoxarifado coberto: 936 m²
Almoxarifado avançado e ferramentaria: 120 m²
Oficina mecânica: 270 m²
 

Estaleiro no Ceará

 

Indústria Naval do Ceará S.A. - INACE
Sede e estaleiro: Av. Presidente Kennedy, 100
Praia de Iracema - CEP 60060-610 • Fortaleza • CE
Telefone: +55 85 3455-1800
Fax: +55 85 3231-9110 / 3251-1171
E-mail:
inace@inace.com.br
Site:
www.inace.com.br
O estaleiro Inace, fundado em 1965, está instalado em Fortaleza, Ceará. Constrói rebocadores, supplies, navios-patrulha, navios de pesca e iates oceânicos.
Trabalha em reparos navais.
Facilidades industriais
Área total: 150.000m².
Área coberta: 11.000m².
Plataforma elevatória de embarcações: 80m de comprimento; 15,50m de largura; capacidade para embarcações de até 4.000t de peso; interligada por um ship-carrier sobre trilhos a um grande pátio de transferência, comunicando-se por trilhos com todos os berços de construção e reparos.
Amplas oficinas e galpões localizados nas áreas cobertas.
 

Estaleiro em Pernambuco
 
Estaleiro Atlântico Sul S.A.
Rua da Assembléia, 66, 11º andar – Centro
CEP 20011-000 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: +55 21 2113-2050 • Fax: +55 21 2113-2072
Estaleiro: Ilha de Tatuoca, s/n
Complexo Industrial Portuário Gov. Eraldo Gueiros - Suape
Ipojuca – PE – Brasil – CEP 55590-970 – CP 56
Tel: 55 81 3311-7200 - Fax: 55 81 3311-7278
E-mail:
faleconosco@estaleiroatlanticosul.com.br
Site: www.estaleiroatlanticosul.com.br
Estaleiro em fase de implantação no Complexo Industrial e Portuário de Suape, localizado no município de Ipojuca, a 40 km ao sul de Recife, Estado de Pernambuco. O estaleiro terá capacidade de processamento de 100 mil toneladas de aço por ano e poderá construir navios de até 400 mil TPB, além de unidades de exploração offshore.
Facilidades industriais
Área total: 780.000m²;
Área coberta: 110.000m²;
Dique seco: comprimento de 400m, boca de 73m e pontal de 12m, servido por dois guindastes de 50t, dois de 15t e um Golias de 1.000t;
Cais: 700 metros de cais de acabamento, servido por dois guindastes de 35t, e 350m de cais para construção e reparo de unidades offshore;
Transportadores horizontais de blocos: dois de 300t.
 

Estaleiro na Bahia

Estaleiro da Bahia S.A.

 
Estaleiro da Bahia S.A.
Praia de Botafogo, 440, 19º Andar – Botafogo
Rio de Janeiro – RJ – CEP 22250-040
Telefone: (21) 2122-8700 – Fax: (21) 2122-8739
Site:
www.oas.com
E-mail: baserio@oas.com
Estaleiro: Rua Humberto de Campos, 251, Graça
Salvador – Bahia – CEP 40150-130
Lançado no dia 11 de novembro de 2008, o estaleiro é o primeiro empreendimento no Pólo da Indústria Naval da Bahia. A construção do estaleiro conta com investimentos de pouco mais de US$ 400 milhões e o início das operações acontecerá em 2011, onde as atividades estarão em plena carga. É voltado para as atividades de construção de sondas de perfuração de petróleo, tipo navio ou semi submersíveis; construção de plataformas de produção, series semi submersíveis, conversões de petroleiros (FPSO e FSO), e ou outros tipos (TLP´S); navios de apoio as operações offshore, PSV´s/ AHTS e eventualmente reparos de navios e plataformas. Situado no rio Paraguaçu, que desemboca na Baía de Todos os Santos, o projeto foi desenhado para processar 110 mil toneladas de aço por ano, entre operações de corte, dobra e solda.
Facilidades industriais
Área total do terreno: 1.000.000 m² sendo 750.000 m² área Industrial e 250.000 m² área verde (preservação ambiental da mata ciliar).
Área total edificada: 90.000 m² (Coberta).
Área de estocagem matérias primas: 120.000 m².
Cais de acabamento: 750 m (calado de 12 metros).
Vias internas, estacionamento e circulação: 120.000 m².
Dique seco: 360 x 130 x 12 metros, com duas portas batel.
Pórticos: 2 x 850 ton de capacidade.
Diversos guindastes portuários de capacidade Variável (75 a 150 ton)
Transporte horizontal de cargas com capacidade de 600 ton.
Equipamentos de corte a plasma para chapas de aço 12 x 3 metros, calandras até espessura de 62,5 milímetros, equipamentos variados para oficinas de mecânica, elétrica, instrumentação, etc.
Rede de água salgada para combate de incêndio.
Cabine de jato e pintura.

Estaleiros no Rio de Janeiro
 
 

STX Brazil Offshore S.A.
Praça Alcides Pereira, 1, Ilha da Conceição
CEP 24050-350 - Niterói - RJ
Tel.: +55 21 2718-9090 • Fax: +55 21 2718-9080
E-mail:
brazil@stxeurope.com
Site: www.stxeurope.com
O Estaleiro STX Europe, líder na construção de embarcações de apoio marítimo, está também alcançando resultados expressivos na jumborização, modernização e reparação de embarcações offshore. Essa parceria resultou na liderança no mercado de construção de embarcações de apoio offshore no Brasil e na América latina, consolidando seu posicionamento estratégico, imprimindo dinâmica ao processo de transferência de tecnologia e abrindo portas para a comercialização de embarcações em âmbito mundial.
Facilidades industriais
Área total: 120.000 m²;
Carreira: capacidade de carga até 3.000 ton, para embarcações de comprimento até 100 m
Cais de acabamento: 300 m de comprimento
Guindastes: instalados na carreira, ao longo do cais e móvel, com capacidade de até 250 ton
Oficinas de montagem: providas de facilidades e equipamentos de carga
Dique flutuante: Comprimento: 150,80 m; boca: 24,70 m; pontal: 11,58 m; para embarcações com arqueação bruta até 4.920 ton.
 
 
Aliança S/A – Ind. Naval e Empresa de Navegação
Sede e estaleiro: Travessa Braga, 2 (Avenida do Contorno) – Barreto
CEP 24110-200 – Niterói – RJ
Tel.: +55 21 2624-9300 • Fax: +55 2622-9321
www.estaleiroalianca.com.br
Aliança, antigo “Ebin S.A. – Indústria Naval”, fundado em 1966, encontra-se estrategicamente localizado às margens da Baia de Guanabara e da rodovia BR-101 (Av. do Contorno), em Niterói, Estado do Rio de Janeiro. Atualmente o estaleiro está construindo para a “CBO – Companhia Brasileira de Offshore” quatro navios tipo PSV-3000.
Facilidades industriais
Área total: 61.000 m²;
Área coberta: 11.000 m²;
Carreira: para 3.000t /10.000 TPB;
Guindastes: 60t;
Cais: dois, com 100m cada um. 

Empresa Brasileira de Reparos Navais S.A - Renave e Enavi Reparos Navais Ltda.

Av. do Contorno, 169, Barreto
CEP 24110-200 – Niterói – RJ
Tel.: +55 21 2199-8000/2628-1025
Fax: +55 21 2624-1662/2628-7855
Estaleiro: Ilha do Viana – Niterói – RJ
E-mail: renave@enavi.com.br
Site:
www.enavi.com.br
Fundada em 1974 e situada na Ilha do Viana, na Baía de Guanabara, a RENAVE é o maior estaleiro de reparos navais da América Latina. A empresa executa obras gerais de reparos, jumborização, remotorização, conversão e extensão de vida útil de navios, além de reparos de embarcações flutuando, em qualquer parte do Brasil, estando física e tecnologicamente capacitada a atender navios de até 80.000 TPB. O estaleiro estabeleceu convênios com empresas de pintura industrial, produtores de tintas, fabricantes de motores diesel e fornecedores de serviços elétricos e de refrigeração, garantindo, assim, a mais atualizada tecnologia para qualquer tipo de reparo. A especialização da mão-de-obra é, também, um dos fatores responsáveis pelo desenvolvimento de novos métodos de trabalho e pela elevação dos níveis de produtividade, com redução de custos e prazos e diversificação das linhas de serviços, utilizando recursos computacionais. A empresa, sob o controle do “Grupo REICON”, agregou as facilidades da ENAVI, transferindo para a Ilha do Viana o dique flutuante “Almirante Guilhem”, bem como todos os equipamentos, o ferramental e os profissionais daquele estaleiro. Operando em associação com a RENAVE, a ENAVI está apta a prestar todos os tipos de reparos e serviços aos armadores, como a revisão de motores principais e auxiliares, de trocadores de calor, caldeiras, sistemas de refrigeração, bombas, etc., além dos serviços rotineiros de docagem. A ENAVI executa serviços especializados de pintura interna total ou parcial de tanques de carga de navios petroleiros e de transporte de produtos químicos, obedecendo às mais rigorosas especificações dos fabricantes de tintas.

Facilidades industriais

RENAVE

Área total: cerca de 200.000 m²;

Dique flutuante “Almirante Alexandrino”: 215 m de comprimento total; 35 m de largura interna livre; pontal de 9,50m sobre os picadeiros; capacidade de elevação de 20.000 ton, para navios de até 80.000 TPB

Dique seco “Henrique Lage”: 184 m de comprimento total; 27 m de largura na entrada; calado máximo de 8,50 m; capacidade para navios de até 30.000 TPB

Dique seco “Orlando Barbosa”: 136 m de comprimento total; 17,43 m de largura na entrada; calado máximo de 4,33 m; capacidade para navios de até 8.000 TPB

Dique flutuante “José Rebelo”: 70 m de comprimento total; 17 m de largura interna livre; calado máximo de 4m; capacidade de elevação de 1.800 ton

Oficinas: aparelhadas com máquinas para processamento de aço, fabricação e montagem de tubulações e usinagem de eixos, madres e buchas; ferramental para manutenção de motores diesel, bombas, turbinas, caldeiras e trocadores de calor, vulcanização de eixos simplex no local, fundição com centrifugação de buchas e enrolamento de motores elétricos. Completos serviços de docagem e capacidade de execução de tratamento de superfícies e aplicação de revestimentos externos e internos à base de epóxi, borracha clorada, silicato inorgânico de zinco, SPC e outros. 

ENAVI

Dique flutuante “Almirante Guilhem”: 200 m de comprimento total; comprimento do flutuante na linha de centro de 180 m; largura interna entre as laterais de 34 m; largura interna livre entre defensas de 32,80 m; pontal moldado de 15,6 0m; altura dos picadeiros na quilha de 1,75 m; calado máximo sobre os picadeiros da quilha de 7,75 m; capacidade de elevação de 18.000 ton; tempo máximo de elevação de 2:30 h; servido por 2 guindastes de 10 ton. 

 
Estaleiro Mauá S.A. (Caximbau - Ilha da Conceição)
Rua Dr. Paulo Frumêncio, 28 - Lote 1A (Parte) - Ponta d’Areia
CEP 24040-290 - Niterói - RJ
Tel.: +55 21 2613-9999 • Fax: +55 21 2722-1509
Site:
www.estaleiromaua.ind.br
Fundado em 11 de agosto de 1846 por Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá. O Estaleiro Mauá é, hoje, um dos maiores estaleiros do Brasil, e a mais tradicional empresa da área naval ainda em operação. Localizado na Ponta d’ Areia, Niterói – RJ, é o único estaleiro de grande porte na Baía de Guanabara, situado antes da Ponte Rio - Niterói, facilitando a atracação de embarcações que possuem restrição significativa de altura e / ou manobra. Aos clientes externos, o Mauá oferece uma ampla linha de serviços, incluindo docagem, reparos flutuando, engenharia especializada, conversões, novas construções, e muitas outras atividades correlatas. O Mauá dispõe de três unidades industriais, adequadamente equipadas e localizadas na Baía de Guanabara. Na Ilha do Caju, Baía de Guanabara a unidade é capaz de atender a quaisquer requisitos de fabricação e reparação naval, offshore ou industrial. Ali está sendo construída a jaqueta de Mexilhão. O Canteiro do Caximbau, na Ilha da Conceição, foi reaberto após 10 anos, em 19/02/02, e ali se constroem os módulos de plataformas. O Estaleiro Mauá está habilitado a construir todos os tipos de embarcações como: cargueiros, full–containers, navios – tanque, graneleiros, roll-on / roll-off, químicos, equipamentos de offshore, plataformas petrolíferas; continuando a conquistar clientes importantes com seu desempenho e preços competitivos.
Facilidades industriais
Área total: 78.000 m²
Carreira: horizontal, para construção de módulos com duas linhas, cada uma com capacidade de 280 t/m até 167m de extensão
Cais: capacidade de 20 t/m² (em construção). 

 
Estaleiro Cassinú Ltda.
Rua Cruzeiro do Sul, 454 - Gradim
CEP: 24430-620 - São Gonçalo - RJ
Tel.: +55 21 2606-9043 • Fax: +55 21 3709-3907
E-mail
estaleirocassinu@estaleirocassinu.com.br
Site: www.estaleirocassinu.com.br
Fundado em 1995, o Estaleiro Cassinú tem se tornado referência em reparo naval, construção e operações onshore e offshore. Assim, desde o primeiro momento aprende-se que, se uma empresa quer seriamente crescer, deve modernizar suas atividades e, principalmente, concentrar recursos sólidos na capacitação profissional de seu pessoal, na segurança do trabalho, na conscientização da responsabilidade social e, finalmente, no bem-estar geral. É o que a empresa tem feito desde então e os resultados são um produto final limpo, bem acabado e plenamente satisfatório, uma razoável relação custo benefício e um ambiente livre de acidentes.
Facilidades industriais
Cais: 200 m;
Dique seco: 69m de comprimento; 12,60m de largura; calado máximo de 3,50m; servido por um pórtico para 25t;
Dique flutuante: 30m de comprimento; 14,40m de largura; 4,20m de calado;
Guindastes: 1 x 30 ton; 1 x 40 ton; 1 x 75 ton; 1 x 125 ton.
 


UTC Engenharia S.A.
Rua Bela Cintra, 986, 10º andar
CEP 01415-906 - São Paulo - SP
Tel.: +55 11 3124-1200 • Fax: +55 11 3259-2539
E-mail:
utc@utc.com.br
Site: www.utc.com.br
Estaleiro: Rua Monsenhor Raeder, 273/275 - Barreto
CEP 24110-814 – Niterói – RJ
Tel.: +55 21 2624-9200 • Fax: +55 21 2620-4948
Fundada em 1974, a UTC é uma das principais empresas brasileiras na área de serviços, ocupando uma relevante posição nos setores de produção, petróleo e gás, petroquímica, geração de energia, siderurgia, metalurgia, papel e celulose e outros setores. Ao longo de sua existência, a UTC vem concentrando suas atividades em contratos de gerenciamento, construção, montagem e manutenção para os vários setores industriais de um modo geral, fornecendo serviços nas mais diversas formas de contratos, especialmente EPC. Dentre suas principais atividades destacam-se: elaboração de projetos, suprimento, construção e montagem, comissionamento, condicionamento, assistência à partida, pré-operação, operação assistida e partida, além de manutenção especializada, preventiva e corretiva. A UTC possui duas Bases de Operações Offshore, uma em Niterói e outra em Macaé, ambas no Estado do Rio de Janeiro. Dispõe de uma infra-estrutura adequada ao desempenho eficaz e imediato de todas as atividades administrativas, técnicas e operacionais necessárias ao cumprimento dos seus contratos. Pioneira na implantação de sistemas de qualidade na área de engenharia, a UTC está certificada nas normas ISO 9001:2000, ISO 14001, OHSAS 18000 e a SA 8000, estando preparada para atuar no mercado de engenharia no Brasil e no Exterior.
Facilidades industriais
Área total: 112.000 m²
Instalação e área de montagem: 9.472 m²
Píer nº 1: comprimento de 30 m; profundidade de 6 m
Pier nº 2: comprimento de 50 m; profundidade de 7 m.

 

Mac Laren Oil
Rua Miguel Lemos, s/nº, Lote 616
CEP 24040-260 – Niterói – RJ
Tel.: +55 21 2621-3374 • Fax: +55 21 2621-3415
E-mail:
maclaren@maclaren.com.br
Site: www.maclaren.com.br
Com mais de 69 anos de tradição, a Mac Laren possui duas unidades industriais localizadas no município de Niterói, estado do Rio de Janeiro: a Unidade Ponta d´Areia e a Unidade Ilha da Conceição (temporariamente ocupada). A Mac Laren Oil é uma empresa certificada ISO 9001:2000, pela BVQI, para Gestão de Contratos de Obras Navais e Offshore. Dentre as obras mais recentes realizadas na Unidade Ponta d´Areia, pode-se citar a construção dos módulos de geração e compressão das plataformas P-51, P-52, P-53 e PRA-1. Recentemente, a Mac Laren iniciou um processo de expansão visando tornar-se um dos mais modernos complexos integrados do País, capaz de realizar ao mesmo tempo a construção e o reparo de unidades marítimas e offshore.
Facilidades industriais
Área total: 30.000 m², na Unidade Ponta d´Areia (com a expansão passará para 75.000m²), e 60.000m² na Unidade Ilha da Conceição;
Área coberta: a Mac Laren Oil trabalha com estruturas modulares, cujo layout dos galpões, das oficinas e das áreas cobertas varia de acordo com os modelos e a quantidade de unidades em construção ou reparação no momento, assim como seus equipamentos de movimentação de cargas e outros.

 
Estaleiro Mauá S.A. (Ponta D'Areia)
Rua Dr. Paulo Frumêncio, 28 - Lote 1A (Parte) - Ponta d’Areia
CEP 24040-290 - Niterói - RJ
Tel.: +55 21 2613-9999 • Fax: +55 21 2722-1509
Site:
www.estaleiromaua.ind.br
Fundado em 11 de agosto de 1846 por Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá. O Estaleiro Mauá é, hoje, um dos maiores estaleiros do Brasil, e a mais tradicional empresa da área naval ainda em operação. Localizado na Ponta d’ Areia, Niterói – RJ, é o único estaleiro de grande porte na Baía de Guanabara, situado antes da Ponte Rio - Niterói, facilitando a atracação de embarcações que possuem restrição significativa de altura e / ou manobra. Aos clientes externos, o Mauá oferece uma ampla linha de serviços, incluindo docagem, reparos flutuando, engenharia especializada, conversões, novas construções, e muitas outras atividades correlatas. O Mauá dispõe de três unidades industriais, adequadamente equipadas e localizadas na Baía de Guanabara. Na Ilha do Caju, Baía de Guanabara a unidade é capaz de atender a quaisquer requisitos de fabricação e reparação naval, offshore ou industrial. Ali está sendo construída a jaqueta de Mexilhão. O Canteiro do Caximbau, na Ilha da Conceição, foi reaberto após 10 anos, em 19/02/02, e ali se constroem os módulos de plataformas. O Estaleiro Mauá está habilitado a construir todos os tipos de embarcações como: cargueiros, full–containers, navios – tanque, graneleiros, roll-on / roll-off, químicos, equipamentos de offshore, plataformas petrolíferas; continuando a conquistar clientes importantes com seu desempenho e preços competitivos.
Facilidades industriais
Área total: 180.377 m²;
Área coberta: 69.140 m²;
Carreira longitudinal: 1 de 223 m x 41 m, atendida por 2 guindastes de 100 ton
Dique seco: 167 m x 22,50 m
Cábrea: capacidade de içamento de 2.050 ton e altura de lança de 100 m
Cais: 2 (Cais I, 350m; Cais II, de 306m), atendidos por 4 guindastes de 15, 20 e 30 ton
Porte máximo: 70.000 TPB;
Capacidade de processamento de aço/ano: 36.000 ton. 

 

Estaleiro Mauá S.A. (Ilha do Caju)
Rua Dr. Paulo Frumêncio, 28 - Lote 1A (Parte) - Ponta d’Areia
CEP 24040-290 - Niterói - RJ
Tel.: +55 21 2613-9999 • Fax: +55 21 2722-1509
Site:
www.estaleiromaua.ind.br
Fundado em 11 de agosto de 1846 por Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá. O Estaleiro Mauá é, hoje, um dos maiores estaleiros do Brasil, e a mais tradicional empresa da área naval ainda em operação. Localizado na Ponta d’ Areia, Niterói – RJ, é o único estaleiro de grande porte na Baía de Guanabara, situado antes da Ponte Rio - Niterói, facilitando a atracação de embarcações que possuem restrição significativa de altura e / ou manobra. Aos clientes externos, o Mauá oferece uma ampla linha de serviços, incluindo docagem, reparos flutuando, engenharia especializada, conversões, novas construções, e muitas outras atividades correlatas. O Mauá dispõe de três unidades industriais, adequadamente equipadas e localizadas na Baía de Guanabara. Na Ilha do Caju, Baía de Guanabara a unidade é capaz de atender a quaisquer requisitos de fabricação e reparação naval, offshore ou industrial. Ali está sendo construída a jaqueta de Mexilhão. O Canteiro do Caximbau, na Ilha da Conceição, foi reaberto após 10 anos, em 19/02/02, e ali se constroem os módulos de plataformas. O Estaleiro Mauá está habilitado a construir todos os tipos de embarcações como: cargueiros, full–containers, navios – tanque, graneleiros, roll-on / roll-off, químicos, equipamentos de offshore, plataformas petrolíferas; continuando a conquistar clientes importantes com seu desempenho e preços competitivos.
Facilidades industriais
Área total: 76.000 m²
Carreira: horizontal, para construção de jaquetas com duas linhas, cada uma com capacidade de 300 ton/m até 180 m de extensão
Cais: capacidade de 20 ton/m² .
 

 

Transnave Estaleiro de Reparos e Construção Naval S.A.
Praia da Ribeira, 160 - Ilha do Governador
CEP 21930-040 - Rio de Janeiro - RJ
Tel/Fax: +55 21 3396-9667
E-mail:
transnave@transnave.com.br
Site: www.transnave.com.br
O estaleiro Transnave, fundado em 1985, está localizado na Praia da Ribeira, Ilha do Governador, Rio de Janeiro. É uma empresa do “Grupo Transtur”. Realiza obras de complexidade incluindo navios de apoio marítimo.
Facilidades industriais
Área total: 15.000 m²
Área coberta: 1.035 m²
Pátio de montagem de blocos: 8.982 m²
Carreira: capacidade para embarcações de até 500 TPB
Cais de acabamento: para embarcações de até 60 m de comprimento, calado máximo de 4 m.

 

EISA - Estaleiro Ilha S.A.
Praia da Rosa, 2 – Bancários - Ilha do Governador
CEP 21920-630 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: +55 21 2468-8002 • Fax: +55 21 3396-2903
E-mail:
eisa@eisa.com.br
Site: wwww.eisa.com.br
Localizado na Ilha do Governador, Cidade do Rio de Janeiro, estabeleceu-se em 1995 nas instalações do antigo Estaleiro EMAQ, tradicional construtor naval brasileiro desde 1949. Mais de 490 embarcações dos mais variados tipos e tamanhos foram construídas nesta instalação para tradicionais clientes do Brasil e do Exterior, incluindo-se ainda o segmento offshore, portuário, militar e de apoio marítimo e portuário. Investindo em equipamentos, tecnologia e instalações, pioneiro em projetos de engenharia naval e participando ativamente do crescimento da indústria naval do País, o EISA possui toda a infra-estrutura para construção de navios de até 280m. Experiência, informatização, profissionais altamente qualificados, layout funcional, tradição e sucesso. Assim é o EISA. Um estaleiro que trabalha cada vez mais para, em conjunto com seus clientes, levar adiante projetos de sucesso, garantindo tecnologia, segurança e qualidade.
Facilidades industriais
Área total: 150.000 m²;
Área coberta: 55.000 m²;
Capacidade de processamento de aço/ano: 52.000 ton
Carreiras: 2 carreiras laterais de lançamento para navios até 280 m x 46 m e 133 m x 22 m
Guindastes: quatro, sobre trilhos, de: 1 x 60 ton; 1 x 50 ton; 2 x 20 ton
Pórticos: 2, de 48 m de largura, com capacidade de 2 x 50 ton + 1 x 20 ton
Cais de acabamento: 3 para navios de até 280 m, 250 m e 200 m de comprimento;
Galpões na área de acabamento: 3 de 125m x 25m, com 8 pontes rolantes de 5 a 10 ton.


Rio Nave Serviços Navais Ltda.
Rua Carlos Seidl, 714 (Parte) - Caju
CEP 20931-000 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 3860-8448 • Fax: +55 21 3860-8020
Site:
www.estaleirorionave.com.br
O Estaleiro Rio Nave arrendou, em 2000, as instalações do antigo estaleiro “Caneco”. Dedica-se à construção de navios do tipo Panamax, porta-contêineres, ro-ro/lo-lo e químicos, embarcações offshore, dragas, rebocadores, chatas e embarcações de qualquer natureza até 100.000 TPB. Presta serviços, ainda, na execução de reparos navais em geral, construção de blocos estruturais, módulos de plataformas de petróleo e componentes estruturais para terceiros, conversões, jumborização e modernização de embarcações. Conta atualmente com uma força de trabalho de 650 colaboradores, com projeção de aumento em curto prazo para 2.500 profissionais.
Facilidades industriais
Área total: 94.766 m²
Área coberta: 43.052 m²
Carreira nº 1: comprimento de 230 m; largura de 36 m; capacidade para navios até 100.000 TPB, servida por 3 guindastes de 40 ton e 1 guindaste de 20 ton
Carreira nº 2: comprimento de 159 m; largura de 34 m; capacidade para navios até 30.000 TPB, servida por 2 guindastes de 40 ton e 1 guindaste de 20 ton
Cais de acabamento nº 1: comprimento de 182 m; profundidade de 5 m; servido por 1 guindaste de 40 ton e 1 guindaste de 20 ton
Cais de acabamento nº 2: mesmas dimensões do Cais nº 1, servido por 2 guindastes de 20 ton
Cais de acabamento nº 3: comprimento de 76 m; profundidade de 6 m;
Cais de acabamento nº 4: comprimento de 115 m; profundidade de 7 m; servido por 1 guindaste de 20 ton
Pier nº 1: comprimento de 35 m; profundidade de 7 m, servido por 1 guindaste de 40 ton e 1 guindaste de 20 ton
Pier nº 2: comprimento de 60 m; profundidade de 7 m, servido por 2 guindastes de 20 ton.


Sermetal Estaleiros Ltda.
Rua General Gurjão, 2 (Parte) - Caju
CEP 20931-040 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 2585-9400 • Fax: +55 21 2585-9429
E-mail:sermetal@sermetal.net
Site:
www.sermetal.net
A Sermetal, empresa de capital 100% nacional oriunda da antiga “Ishibras”, atua nas áreas de construção, reparos e conversões (naval e offshore). Opera o maior dique seco da América Latina (400.000 TPB). Em suas instalações, no Caju, Rio de Janeiro, possui capacidade de processamento de aço de 60.000 t/ano.
Facilidades industriais
Área coberta: 16.550 m² (oficinas de caldeiraria, tubulação, estrutural e usinagem)
Dique nº 1: 160 m de comprimento; 25 m de largura; calado com maré zero de 4 m, capacidade para navios de até 25.000 TPB
Dique nº 2: 350 m de comprimento; 65 m de largura; calado máximo de 6,20 m; capacidade para navios de até 400.000 TPB;
Guindastes: 1 x 300 ton; 1 x 200 ton; 1 x 100 ton; 2 x 40 ton; 1 x 20 ton
Cais de acabamento 1 e 2: comprimento de 293 m; calado máximo de 6 m
Cais de acabamento nº 3: comprimento de 45 m; calado máximo de 8 m
Cais de acabamento nº 4: comprimento de 286 m; calado máximo de 8 m.
 

 
 
Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro
Praça Barão de Ladário - Ilha das Cobras s/nº - Edifício 11/3º andar
Centro - Rio de Janeiro - CEP:20.091-000
Tel.: (21) 2211-3608
Email:
secom@amrj.mar.mil.br
Site: www.mar.mil.br/amrj
Criado em 29 de dezembro de 1763 pelo Vice-rei Antônio Álvares da Cunha, 1° conde da Cunha, tinha o fim de reparar os navios da Marinha de Portugal. À época, acontecia a transferência da capital da Colônia, de Salvador para o Rio de Janeiro, entre outras razões, para a melhor proteção do ouro que provinha das Minas Gerais pela Estrada Real.
O Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) é uma Organização Militar (OM) da Marinha do Brasil. Localiza-se na ilha das Cobras, no interior da baía de Guanabara, na cidade do Rio de Janeiro. Principal centro de manutenção da Marinha do Brasil, destaca-se pela excelência das suas atividades técnicas e industriais, envolvendo o projeto, construção e manutenção dos meios navais, não apenas da Armada Brasileira, mas também de embarcações de nações amigas. A partir de 1948, apenas o Arsenal localizado na Ilha das Cobras subsistiu, assumindo a designação de Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.
Facilidades industriais
Dique Almirante Régis: tem capacidade para docar navios da Marinha do Brasil ou navios mercantes de até 80.000 DWT.
Comprimento: 254,58 m; Largura: 35,96 m; Altura:15,51 m
Dique Almirante Jardim: tem capacidade para docar navios da Marinha do Brasil ou navios mercantes de até 16.000 DWT.
Comprimento: 165,15 m; Largura: 19,00 m; Altura: 11,21 m
Dique Santa Cruz: tem capacidade para docar navios da Marinha do Brasil ou navios mercantes de até 2.500 DWT.
Comprimento: 88,45 m; Largura: 9,15 m; Altura: 8,50m
Dique Flutuante Almirante Schieck: tem capacidade para docar navios da Marinha do Brasil ou navios mercantes de até 5.000 DWT.
Comprimento: 100,00 m; Largura: 14,00 m
Carreira
Comprimento: 116,00 m; Declividade: 6%; Boca: 25,00 m
Guindastes: 3 x 30 ton; 5 x 10 ton; 1 x 5 ton; 1 x 6 ton; 1 x 11 ton; 1 x 13 ton; 1 x 20 ton; 1 x 70 ton.

Setal Óleo e Gás S.A.
Rua da Assembléia, 10 - Sala 4104 - Centro
CEP 20011-000 - Rio de Janeiro - RJ
Tel/Fax: +55 21 3970-1294
E-mail:
setal@setal.com.br
Site: www.setal.com.br
A Setal é uma empresa que possui grande experiência no mercado de engenharia, suprimentos, construção e montagem industrial em diversos segmentos dinâmicos da economia nacional. Está orientada para executar empreendimentos integrados e completos que incluem engenharia básica, detalhamentos de engenharia, compras, inspeção e diligenciamento de equipamentos e materiais, gerenciamento dos projetos, construção civil, montagem eletromecânica e start-up. Especializou-se na instalação de plantas sob a forma de contratos “Lump Sum Turn Key” (empreitada global com preço fechado), de que são exemplos as atividades de exploração, produção e refino de petróleo e gás, petroquímica, pipeline, fertilizantes, química e geração de energia para plataformas de petróleo e gás.

SRD Offshore S.A.

atria

Av. Venezuela, 3, Salas 1501/02, Saúde
CEP 20081-311 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: +55 21 2233-3035 • Fax: +55 21 2233-8272
Estaleiro: Rua Almirante Noronha, s/nº, Jacuecanga
CEP 23905-000 – Angra dos Reis – RJ
Tel.: +55 24 3361-6960
E-mail:
srd@srd.ind.br
Site:
www.srd.ind.br
A SRD Offshore atua no mercado há 6 anos, construindo e reparando plataformas, rebocadores, embarcações de apoio offshore e de passeio. Situada em Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro, possui instalações equipadas com ferramentas de tecnologia que garantem a qualidade e segurança das atividades executadas. O maior objetivo da empresa é promover um relacionamento duradouro com os clientes, através da satisfação das suas necessidades, gerando produtos e serviços de qualidade, num processo contínuo de aperfeiçoamento do trabalho, de forma a manter a harmonia e o respeito com os clientes, com o meio ambiente e entre os membros da empresa.
Facilidades industriais
Área total: 85.000 m²
Área coberta: 7.170 m²
Dique flutuante: 76,4 m (comprimento), 29,20 m (largura) e calado com 2,70 m
Cais nº 1: extensão de 80 m; calado máximo de 6 m; servido por um guindaste de 8 ton
Cais nº 2: extensão de 80 m; calado máximo de 6 m
Carreira longitudinal: para embarcações de até 120 ton. 


Brasfels S.A.
Estaleiro: Rodovia Rio-Santos (BR-101), km 83
Jacuecanga - CEP 23905-000 - Angra dos Reis - RJ
Tel.: +55 24 3361-3403 • Fax: +55 24 3361-3408
Sede: Rua da Assembléia, 10 - Sala 2001 - Centro
CEP 20011-000 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 2215-0772 • Fax: +55 21 2224-2248
E-mail:kfelsbrasil@kfelsbrasil.com.br
Site:
www.kfelsbrasil.com.br
O Brasfels é o estaleiro do “Grupo Keppel Fels” situado em Angra dos Reis. O estaleiro de Angra dos Reis é adequado para reparos offshore e construções de grande porte, como por exemplo a construção das semisubmersíveis P-51 e P-52. Tem capacidade de processar 50 mil t de aço por ano e de construir navios de até 300 mil TPB.
Facilidades industriais
Área total: 1.000.000 m², aproximadamente;
Área coberta: 135.000 m², aproximadamente;
Carreira nº 1: 174m de comprimento; 30m de largura; capacidade para navios de até 45.000 TPB; servida por um guindaste de 80t e um guindaste de 40t;
Carreira nº 2: 310m de comprimento; 45m de largura; capacidade para navios de até 150.000 TPB; servida por 2 guindastes de 80t;
Carreira nº 3: 300m de comprimento; 70m de largura; capacidade para navios de até 600.000 TPB; servida por um guindaste de 40t, um guindaste de 80t e um pórtico de 660t;
Dique seco: 80m de comprimento; 70m de largura; servido pelos mesmos guindastes da carreira nº 3 e pelo pórtico de 660t;
Cais de Agulha: 313m de comprimento; extensão de 54m; servido por um guindaste de 40t e um guindaste de 80t;
Cais de acabamento: 200m de comprimento; extensão de 130m; servido por um guindaste de 40t;
Pista Um: 460m de comprimento; servida por 2 guindastes de 80t;
Pista Dois: 460m de comprimento; servida por um guindaste de 80t;
Pista Três: 460m de comprimento; servida por um guindaste de 40t.

Estaleiros em São Paulo

 
Wilson, Sons S.A.
Sede e estaleiro: Rua Padre Arnaldo Caiaffa, 246 - CEP 11430-020 - Guarujá - SP
Tel: +55 13 3347-7200
Fax: +55 13 3358-2748
E-mail:
ga@wilsonsons.com.br
Site:
www.wilsonsons.com.br
O Grupo Wilson, Sons, desde 1837, sempre manteve uma estreita relação com o transporte marítimo e sua entrada na indústria da construção naval, há mais de 80 anos, foi uma conseqüência inevitável. Foi o primeiro a obter a certificação ISO 9002, emitida pelo LRQA – Lloyd´s Register Quality Assurance. Localizado no Porto de Santos, tem como especialidade a construção de embarcações supridoras de plataformas marítimas (PSVs), rebocadores e embarcações de trabalho em geral, tendo como matéria-prima o aço ou o alumínio. Por possuir um arranjo combinado de dique/carreira, o estaleiro está habilitado a realizar trabalhos de reparos e docagens.
Facilidades industriais
Área total: 22.000m²;
Carreira/dique: comprimento de 205m; largura de 16m; calado máximo de 5m; capacidade para embarcações de até 1.500 TPB.


Vellroy Estaleiros do Brasil Ltda.
Sede e Estaleiro (headquarters and shipyard):
Av. Marechal Rondon, 1368
CEP 06093-010 – Osasco – SP
Phone: +55 11 3652-5252 • Fax: +55 11 3652-5264
E-mail:
atendimento@intermarine.com.br
Site: www.intermarine.com.br
Estabelecido no Complexo Industrial de Osasco, em São Paulo, desde 1999, é o único estaleiro que obteve licença de construção da empresa italiana Azimut, que permite construir no Brasil embarcações homologadas e perfeitamente adaptadas ao clima e aos mares brasileiros. Conta com instalações distribuídas em uma área superior a 50.000 m², onde é produzida uma linha completa de offshore e cabinadas, de 38 e 76 pés.
Facilidades industriais
Área total: 50.000m²;
Área coberta: 40.000 m²
Guindastes: um pórtico móvel para 26t; um pórtico móvel para 50t; seis pontes rolantes para 10t, uma ponte rolante para 50t e uma ponte rolante para 20t.
 

Estaleiros em Santa Catarina

Fibrafort - F. Marine Ind. e Com. de Produtos Náuticos Ltda.
Rua Bruno Vicente da Luz, 95
CEP 88311-620 – Itajaí – SC
Tel.: +55 47 3249-9999 • Fax: +55 47 3249-9963
E-mail:
fibrafort@fibrafort.com.br
Site: www.fibrafort.com.br
Fundada em 1989, em Itajaí, Estado de Santa Catarina. O primeiro modelo de embarcação desenvolvido pela Fibrafort foi a Lagoon 17, que recebeu várias premiações de vendas. A partir de então, a combinação perfeita entre tecnologia de ponta, beleza, desempenho e inovação tornou a empresa um destaque no mercado náutico e atualmente sua linha de produtos satisfaz a consumidores de diferentes estilos de vida e necessidades em mais de 30 países, onde a empresa é reconhecida pela sua qualidade em produtos e serviços. A Fibrafort é hoje o maior estaleiro da América do Sul em unidades produzidas na categoria de embarcações de esporte, lazer e pesca esportiva, classificados entre 15 e 25 pés.
Facilidades industriais
Área total: 18.460 m²
Área construída: 3.125 m²


 
Detroit Brasil Ltda.
Rua César Augusto Dalçoquio, 4.500 (BR-101, km 112) – Salseiros
CEP 88311-550 – Itajaí – SC
Tel.: +55 47 2103-8500 • Fax: +55 47 3349-3144
E-mail:
detroitbrasil@detroit.cl
Site: www.detroit.cl
Localizada no litoral de Santa Catarina, na cidade de Itajaí, a Detroit Brasil oferece o que há de melhor no mercado da indústria naval do País. Estrategicamente, a empresa foi construída às margens do Rio Itajaí-Açu, em um terreno com área de 90 mil m², a 13km do porto. A empresa é o braço de atuação da “Divisão Naval” do “Grupo Detroit” no Brasil. Com matriz situada no Chile, o Grupo escolheu expandir seus negócios de construção naval neste País em função de seu imenso litoral, onde se concentram os maiores portos da América do Sul. A Detroit Brasil foca suas atividades no reparo e na construção de embarcações de médio porte, como rebocadores portuários e oceânicos, navios PSV (Platform Supply Vessels) e demais embarcações de trabalho.
Facilidades industriais
Área total: 90.000 m²;
Área industrial: 14.000 m²;
Área coberta: 5.000 m²;
Laterais das docas elevatórias utilizadas como cais de acabamento;
Grua sobre trilhos com capacidade de até 4 ton ;
2 guindastes móveis com capacidade de 200 toneladas cada um;
2 carros de transferência para embarcações de médio porte;
Galpões equipados com cinco pontes rolantes de 4 a 10 toneladas de capacidade a 15 m de altura para atender às oficinas de montagens de blocos, mecânica, elétrica e acabamento.
Docas elevatórias (capacidade máxima): 110 m comprimento; 23 m de boca livre; 5,50m de calado livre; capacidade de içamento de 3.600 ton; sistema eletromecânico computadorizado, com controle por meio de células de carga, para estabilidade na operação. 

TWB S.A. Construção Naval, Serviços e Transportes Marítimos

R. José Marques, 26/1º andar
Vila Santa Rosa – CEP 11431-020 – Guarujá – SP
Tel/Fax: +55 13 3348-4848
Escritório: Av.Oscar Pontes, 1051 – Água de Meninos
CEP 40460-140 – Salvador – BA
Tel.: +55 71 2105-9700
Estaleiro: Rua Manoel Evaldo Muller, 3388 – Volta Grande
CEP 88375-000 – Navegantes – SC
Tel.: +55 47 2103-4030
E-mail:comercial@twb.com.br
Site: www.twb.com.br
Fruto da fusão do estaleiro “Premolnavi” com a “Transbunker”, a TWB vem atuando em diversos setores dentro da logística naval, como construção e locação de embarcações, transportes marítimos, defesa ambiental e aquicultura. Destacam-se, contudo, as operações de travessias litorâneas de veículos e passageiros nos Estados de São Paulo e da Bahia e a construção naval no sul do Brasil, em Navegantes, no Estado de Santa Catarina. Com unidades administrativas e operacionais estrategicamente localizadas em Guarujá (Estado de São Paulo), Navegantes (Estado de Santa Catarina) e Salvador (Estado da Bahia), a TWB estende sua atuação de forma a dar suporte imediato a todas as atividades desenvolvidas. Se o ano de 2004 ficou marcado como um divisor de águas para a TWB, pode-se afirmar que em 2005 a empresa consolidou sua posição no cenário nacional, sendo reconhecida como uma referência no mercado de transportes aquaviários e construção naval.
Facilidades industriais
Área total: 77.666 m²;
Áreas cobertas não industriais: 900 m²;
Áreas cobertas industriais: 7.386 m²;
Carreira: 75 m de comprimento por 16 m de largura, com capacidade para embarcações de até 1.800 ton de peso leve. 


Estaleiro Navship Ltda.
Rua Orlando Ferreira, 305, Machados
CEP 88375-000 – Navegantes – SC
Tel.: +55 47 2104-2800 • Fax: +55 47 2104-2801
Site:
www.navship.com.br
O Estaleiro Navship, inaugurado em 2006 e localizado numa área de 220 mil m² na margem esquerda do Rio Itajaí-Açu, em Navegantes, Estado de Santa Catarina, é o primeiro estaleiro do “Grupo Edison Chouest Offshore” no Exterior. Especializado na construção de barcos de apoio a plataformas de exploração e produção de petróleo e gás, o Navship constrói atualmente seis embarcações do tipo PSV, com 80 metros de comprimento, e já tem contratada a construção de mais seis embarcações. Para a construção dessas embarcações, o estaleiro recebeu financiamento do Fundo da Marinha Mercante.
Facilidades industriais
Área total: 175.000 m²;
Área coberta: 31.145 m²;
Carreira de lançamento: capacidade de lançamento de embarcaçõesde até 115 metros de comprimento e acima de 7.000 ton de arqueação.
 


Estaleiro Itajaí S.A.
Av. Almirante Barroso, 54-6º andar - Centro
CEP 20031-002 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 2125-9400 • Fax: +55 21 2125-9427
Estaleiro: Rua Herta Thieme, 244 - 1º Distrito Industrial
CEP 88305-620 - Itajaí - SC
Tel.: +55 47 348-1100 • Fax: +55 47 348-1937
Site:
www.estaleiroitajai.com.br
O estaleiro Itajaí opera desde 1995, sob o controle do “Grupo Metalnave”, em instalações industriais modernizadas e em fase de ampliação seguindo um plano diretor de investimentos da ordem de US$ 12 milhões. É especializado na construção de navios tecnologicamente sofisticados, como gaseiros, químicos, porta-contêineres e de apoio offshore.
Facilidades industriais
Área total: 168.422 m²;
Área coberta: aproximadamente 10.000 m² – galpões de processamento e montagem de blocos e diversas oficinas, servidos por pontes rolantes e outros equipamentos;
Carreira de lançamento: 150m de comprimento (em expansão para 200m); capacidade para navios de até 10.000 TPB (em expansão para 30.000 TPB);
Elevador de embarcações tipo “Hydrolift”: para embarcações pequenas, de até 570 ton de peso
Sistema de transferência de pesos de até 570 ton através de uma malha de trilhos e vagonetas
Cais de acabamento: 150m de comprimento; atendido por 2 guindastes com capacidades de carga de 30 ton e 8 ton. 

Estaleiro no Rio Grande do Sul

Estaleiro Rio Grande
Escritório: Rua Lauro Müller, 116, 33º andar, Sala 3305 – Botafogo
Rio de Janeiro – RJ – CEP 22290-160
Tel.: 55 21 2139-4450
Estaleiro: Avenida Maximiniano da Fonseca, 4361,
Rio Grande - RS - CEP 96204-040
Tel.: 55 53 3035-9700
Localizado no estado do Rio Grande do Sul, possui um dique seco com capacidade de construção de até dois navios do tipo VLCC, além de reparo e construção de plataformas tipo FPSO e semisubmersível.
Facilidades industriais
Área Construída: 450.000 m²
Galpão coberto: 20 mil m²
Dique seco: 130 m x 350 m
Pórtico: 600t
Carretas hidráulicas: 400t. 

Dilma Roussef comenta a política para a indústria naval

“A volta da construção naval pode ser maior ou menor, de acordo com o incentivo.
Isso ocorre em qualquer atividade. Não é uma coisa que vai de si. Tem que ter
decisão sistemática de apoio, de incentivo e buscar políticas fiscais e tributárias”.

Dilma Roussef – Seminário em Rio Grande (RS), em 12 de maio de 2010.

Lançamento de Navios ao Mar - Ship Launch.

Como são lançados os navios do estaleiro ao mar.

Instalação da Plataforma PRA-1

Imagens gravadas pelos participantes da fase de 'Hook up' da PRA-1 com suas câmeras fotográficas.

lançamento Jaqueta 2


Snohvit Subsea to shore


Publicações
Publicações interessantes para a Marinha Mercante e Indústria Offshore.

MARPOL

Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navios.

A Convenção MARPOL foi assinada no dia 17 de Fevereiro 1973 e modificadoapelo Protocolo de 1978.

Marpol 73/78 é a mais importante convenção ambiental marítima. Foi projetado para minimizar a poluição dos mares e tem como objetivo: preservar o ambiente marinho pela eliminação completa de poluição por óleo e outras substâncias prejudiciais, bem como, minimizar as consequências nefastas de descargas acidentais de tais substâncias.

O MARPOL contém 6 anexos, relacionados com a prevenção das diferentes formas de poluição marinha, por de navios:


Um Estado que se torne membro da Marpol tem que aceitar os Anexos I e II. Os Anexos III e VI são anexos voluntários.
 

SOLAS

Safety of Life at Sea – Código Internacional da Salvaguarda da Vida Humana no Mar.

A Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar tem por propósito estabelecer os padrões mínimos para a construção de navios, para a dotação de equipamentos de segurança e proteção, para os procedimentos de emergência e para as inspeções e emissão de certificados.

A Convenção SOLAS 1974 foi emendada pelo PROTOCOLO SOLAS 1988 para introdução do Sistema Harmonizado de Vistoria e Certificação (HSSC), passando a ser conhecida desde então como SOLAS 1974/1988.

É o mais importante tratado sobre a segurança da Marinha Mercante.

A primeira versão da SOLAS foi assinada em 1914, consequência direta do acidente com o Titanic. Em 1928 foi adotada a segunda emenda da convenção, em 1948 a terceira e em 1965 a quarta.

Hoje o SOLAS data de 1975, ano em que foi profundamente revista.

Clique na figura acima e acesse a versão em Português.

STCW

Convenção Internacional sobre Padrões de Formação, Certificação e Serviço de Quarto para Marítimos.

A Covenção STCW (Standards of Training and Certification Watchkeeping Convention) estabelece padrões internacionais ao treinamento dos marítimos, emissão de certificados de qualificação para funções a bordo e ao serviço de quarto nos navios.

A Portaria Nº 2 de 20/04/2009 do SecIMO, (D.O.U Nº 79 de 28/04/2009, Seção 1, página 16), deu publicidade à Convenção STCW 1978, consolidada, em português, com as emendas que entraram em vigor internacionalmente até 01/01/2008 (última emenda adotada).

Clique na figura acima e acesse a versão em Português.

 

 

BLOG DA PETROBRAS

 

Alerta sobre e-mails relativos aos processos seletivos da Petrobras

A Petrobras não envia e-mails para inscrições sobre os seus processos seletivos nem as realiza em seu site. A responsabilidade das inscrições é da instituição contratada para tal fim. Ao receber e-mails desse tipo, delete imediatamente essas mensagens, pois podem conter vírus ou se tratar de alguma espécie de infração.

 


 Confederação Nacional do Petróleo, Gás Natural,
 Biocombustíveis e Energias Renováveis

A Serviço do Desenvolvimento do BRASIL 

A CONPETRO, representa e congrega os setores da Indústria e do Comércio de Bens & Serviços da cadeia produtiva do Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis e Energias Renováveis do BRASIL. 

"Ética, transparência e respeito são a base da nossa relação com à sociedade".

Contato com a CONPETRO



SP: (11) 9 - 8506.7021 - BSB: (61) 8142.3704 - Rio: (21) 7967.7210
End. Rua Canadá, 390 - Jardim Europa - São Paulo - SP, CEP 01436-000

E-Mail: Conpetro@uol.com.br, Presidencia@conpetro.com.br
            Consultoria@conpetro.com.br, ConfederacaodoPetroleo@conpetro.com.br, 

Gas Data Transparency Conference, 26th October 2010, Moscow Gas Conference transparência de dados, 26 de outubro de 2010, Moscovo

         

 
  Site Map